Plano de infraestrutura do governo do RS avança, mas não resolve problema viário, avaliam representantes do setor.

O presidente do SICEPOT-RS, Ricardo Lins Portella Nunes, em entrevista concedida à colunista do GZH na quinta-feria (10/06), classificou o programa como “equilibrado” ao incluir  concessões ao setor privado e investimento públicos e ressaltou que é um “desafio” implantar o plano em 18 meses.

Confira a posição de outros representantes do setor, nesta mesma matéria do GZH, pelo link abaixo.

Autor: GZH / Anderson Aires / André Fiedler Foto: Gustavo Mansul/Palácio Piratini