Leilão de privatização da Corsan será em 20 de dezembro

A entrega das propostas ocorrerá no dia 15 de dezembro, das 9h às 12h, na B3, em São Paulo. A sessão pública do leilão, com a abertura das propostas e lances de viva voz, está marcada para o dia 20 de dezembro de 2022, a partir das 10h.

O lance mínimo será de R$ 4,1 bilhões e terá início às 10h. Cinco dias antes, em 15 de dezembro, ocorrerá a entrega das propostas, das 9h às 12h, no mesmo local.

A audiência pública sobre a privatização da companhia ocorreu dia 1º de novembro. Durante o evento on-line, foram apresentados os detalhes do projeto e colhidas sugestões para o aprimoramento do processo.

A Corsan, sediada em Porto Alegre, é uma sociedade de economia mista, de capital aberto, instalada em 1966 a partir da lei estadual 5.167, cujo controle acionário é exercido pelo Estado do Rio Grande do Sul.

A companhia atua em 317 municípios gaúchos por meio da realização de estudos, projetos, construções, operações, exploração e ampliação dos serviços públicos de abastecimento de água potável e de esgotamento sanitário.

A lei aprovada em agosto deste ano pela Assembleia, que autoriza a privatização da estatal de saneamento, prevê até o próximo dia 16 de dezembro a assinatura de 317 prefeitos que detêm o poder concedente de água e saneamento do Termo Aditivo de Rerratificação do Contrato com a contrapartida de 10%.

O RS tem 32% do esgoto tratado, diante de 54% no país. Disposto a privatizar a companhia, o governo busca cumprir o prazo definido na lei aprovada pela Assembleia para avançar na regionalização e aplicar os R$ 12,5 bilhões até 2033 em investimentos para a universalização desses serviços e adequar a empresa ao mercado.