Governo do estado aplica R$ 21, 9 milhões em rodovias do litoral norte

O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) investiu R$ 21,9 milhões em rodovias do litoral norte gaúcho para a temporada de verão. Por meio de o programa Avançar, do governo do estado, foram executadas obras de recuperação dos pontos críticos, corte da vegetação e pintura da pista das estradas que registram maior volume de veículos nesta época – como a ERS-030,a  ERS-389 (Estrada do Mar), a ERS-786 (Interpraias), a ERS-407 e a RSC-101.

As ações fazem parte da Operação RS Verão Total ,que reúne iniciativas conjuntas de órgãos públicos em prol da segurança dos cidadãos durante a temporada.

O diretor-geral do Daer, Luciano Faustino, diz que os serviços melhoraram a trafegabilidade da malha rodoviária do litoral norte. “O trabalho é permanente, o ano inteiro, com prioridade aos locais que oferecem risco de acidentes e às estradas com maior movimentação”, explica. Sempre que necessário, garante Faustino, equipes da autarquia realizam intervenções, inclusive nos finais de semana e feriados.

Segundo Faustino, na ERS-030 – nos segmentos de Santo Antônio da Patrulha, Osório e Tramandaí –, o investimento ao longo de 2022 foi de R$ 4,7 milhões na recuperação dos pontos críticos. O mesmo valor foi destinado à Estrada do Mar. A Interpraias recebeu R$ 2,5 milhões.

O governo do estado também investiu na duplicação da ERS-407. Iniciadas em março deste ano, as obras foram viabilizadas por meio de um convênio com a prefeitura de Capão da Canoa. O valor do contrato, com duração de 11 meses, é de R$ 7,2 milhões – R$ 5,1 milhões do estado e o restante da prefeitura. Na rodovia, no entroncamento com a Estrada do Mar, também deve ser construído um viaduto para melhorar o fluxo de veículos.

Nos 139,03 quilômetros que ligam Tavares a Mostardas foram investidos R$ 10 milhões, dos R$ 30 milhões previstos para o segmento. “As intervenções começaram por Mostardas, na localidade de Bacopari, e prosseguem ao longo de 2023 em direção a Tavares”, explica Faustino. Segundo ele, três tipos de serviços ocorrem na estrada, conforme as condições de cada ponto do pavimento: implantação de capa asfáltica, fresagem e colocação de capa asfáltica e elaboração de base com capa asfáltica.

As obras na RSC-101 foram executadas pela Mac. Nas demais rodovias (Interpraias, ERS-030  e Estrada do Mar), pela Dalfovo. Na ERS-407, foi um convênio e quem executou foi a Conpasul.

“Continuamos monitorando a situação do litoral norte e pretendemos, nos próximos meses, priorizar a Interpraias. Mas a nossa programação é flexível, de modo que sejam sempre atendidas as rodovias com maior necessidade no momento, de acordo com critérios técnicos”, conclui Faustino.

Texto: Ascom Daer